Estatuto e Organograma do InsTI - Instituto Tonny Ítalo

Estatuto e Organograma do InsTI - Instituto Tonny Ítalo

“Sonho que se sonha só é só um sonho que se sonha só, mas sonho que se sonha junto é realidade”  Um espaço para ajudar o próximo, para ...

sábado, 14 de janeiro de 2017

Tonny Ítalo - 30 anos!


Arte: Arievaldo Viana

"Sempre em frente. Não temos tempo a perder..."
por Gláucia Lima* 
Última foto no perfil do Facebook e
frase em seu Instagram
15 de janeiro de 2017. Tonny Ítalo, que nasceu em 1987, completaria 30 anos de vida na Terra. Vida interrompida de forma tão banal e fútil, aos 28 anos, dia 28 de janeiro de 2015.
15 de janeiro / janeiro de 15 – 30 anos... e não poderemos comemorar com bolo, vela e parabéns... foi tirado de nós, tomado dele a possibilidade de confraternizar ao seu estilo, com muita ALEGRIA! Alegria de que só ele era detentor. A ‘risada’ mais fácil e gostosa. Não foi por menos que seu sepultamento foi acompanhado de muita música, tambores e violão. Poucos dias após o sepultamento, estivemos com os Tambores do Solar e o Sanatório Geral, bloco de carnaval do Benfica na Praça da Gentilândia.
Mesmo ele estando no céu, o InsTI – Instituto Tonny Ítalo preparava sua celebração com samba e alegria. Porém, cancelamos as comemorações. Outra vítima da violência urbana foi retirada de nós. Amigo assassinado nos mesmos moldes.

Mais um... Não. Menos um:
MENOS UM FILHO, MENOS UM PAI, MENOS UM IRMÃO, MENOS UM AMIGO, MENOS UM COMPANHEIRO, MENOS UM PROFISSIONAL, MENOS UM CIDADÃO DE BEM, MENOS UMA MÃE QUE NÃO PODE ABRAÇAR SEU FILHO...
Então, nossas homenagens serão em forma de Manifestação. Manifestação pela vida, pela paz e por dignidade humana! Manifestaremos nossa INDIGNAÇÃO.
Será também na Praça da Gentilândia que daremos nosso ‘grito’, não o de carnaval como deveria ser, mas de MANIFESTAÇÃO!
Essa é a minha Luta, essa é a minha Paz!
A PAZ É ATIVA E SÓ A LUTA MUDA A VIDA!
Tonny Ítalo, Presente hoje e sempre!
 
InsTI - equipe organizadora
CONVESCOTE, REFLEXÃO E MANIFESTAÇÃO
 InsTI por Justiça, Alegria e Paz!
 Aniversário 30 anos Tonny Ítalo – 15/01/2017
Café compartilhado entre amigos, familiares e moradores do entorno da Praça da Gentilândia antecedido de oração e reflexão acerca da violência que nos invade e a nossa opção pela paz.
Local: Praça da Gentilândia
Horário: 8h 30min

FANPAGE → https://www.facebook.com/InsTI-Instituto-Tonny-Ítalo-1490478167934098/timeline/

Amigo, comunicador, radialista. Djacy ganhou minha amizade e por anos escrevia pra *Revista Instigada*
Pesar, tristeza e choque. Ele faleceu na manhã do dia 12 por volta das 5h. Companheiro Djacy Oliveira, Radialista, produtor e apresentador do programa *Mundo do Trabalho*, aos Sábados na Radio FM Universitária de Fortaleza. Djacy sofreu um assalto no dia anterior num restaurante onde almoçava, levou um tiro, foi socorrido e levado para o IJF, às 5h teve uma parada cardíaca e faleceu.
InsTI- Instituto Tonny Ítalo continue a clamar e lutar por
Não-Violência, Justiça e Paz!
 

Djacy Oliveira e Gláucia Lima
_na foto, em última participação no Mundo do Trabalho.
“Após o programa, tomamos café juntos e falamos de nossos projetos com o InsTI e o Fórum de Mulheres no Fisco - FMFi (leia-se: femefi).”  Gláucia Lima
*
, mãe de Tonny Ítalo:
_Presidente do InsTI – Instituto Tonny Ítalo  http://www.institutotonnyitalo.org/

Instituto Tonny Ítalo: InsTI

_Coordenadora do FMFi – Fórum de Mulheres no Fisco - mulheresnofisco@gmail.comFórum de Mulheres no Fisco - FMFi - forumdemulheresnofisco.blogspot.com/

_Diretora de Educação e Cultura da Casa da Amizade Brasil/Cuba – CE - Associação José Martí - Ceará

Mundo do Trabalho - Sábado - 7h às 8h
Produção e Apresentação: Djacy Oliveira

Programa que trata de temas ligados ao universo do trabalho. Reúne notícias e questões ligadas a associativismo, cooperativismo, sindicalismo, economia mundial, assédio moral, redução da jornada de trabalho, autogestão, protagonismo, questões de gênero, consumo crítico, desenvolvimento sustentável, entre outros.

http://www.radiouniversitariafm.com.br/programas/mundo-do-trabalho-2/

VIOLÊNCIA EM FORTALEZA
por J. Lucas Jr.**
O Cidadão e a Bandidagem
Viver junto à família e aos amigos e expressando o direito constitucional de ir e vir, parece cada vez mais distante da sociedade, quer rica, quer pobre, brasileira. O poder que se estabeleceu pela bandidagem assusta, incomoda e amedronta. O medo é visível no semblante das pessoas, que não sabem onde estão seguraras. Resumimos esse momento de revolta num exemplo de uma companheira, que usa um segundo aparelho de celular, simples, quebrado, para entregar ao ladrão em caso de assalto. Pior, medida idêntica toma a sua filha, universitária. O cidadão se humilhando à barbárie.
Tonny Ítalo em serviço na 34 DP
 Constamos recentemente o caso do radialista e sindicalista Djacy Oliveira, nosso parceiro e incentivador das causas do Instituto Tonny Ítalo, assassinado enquanto almoçava num concorrido bar-restaurante freqüentado por trabalhadores ligados aos direitos sociais, tendo em vista a sua proximidade sedes de sindicatos. O homicida não apenas tirou a vida de um homem de bem, como conseguiu o seu objetivo: levar os aparelhos celulares dos clientes.
 Indagamos por que não se evitou o pior se houve briga corporal entre a vítima e o bandido, mas a resposta é lógica: alguém usava um revólver, levando pavor. A apresentação de uma arma é a visão perfeita da dramaticidade do medo, a introdução do pesadelo da morte, por isso a vergonhosa submissão.
Cobranças às Autoridades
 A facilidade com que se adquire uma arma e a liberdade para seu uso é o dilema que se debate. Djacy Oliveira foi morto numa região de risco, conhecida por atos idênticos, e no que pese à proximidade ao Corpo de Bombeiros, onde praticamente não existe policiamento. Sabemos que o quadrilátero Av. Imperador - Av. Duque de Caxias - Rua Conselheiro Estelita - Rua Castro e Silva é uma zona propícia para assaltos devido à ausência do Estado. Urge uma mobilização popular no sentido de cobrança por uma exaustiva vigilância.
 Cabe às autoridades o papel de combate ao crime, clamor popular, que é o desarmamento. Faz-se necessário uma ação audaciosa, evidenciando blitz permanente, em todas as vias, a motociclistas; diminuir o número de militares nas Hilux, priorizando o trabalho de base, com vistorias e abordagens em feiras, nas praças do Centro, como a de José de Alencar, onde ocorre descaradamente a “Feira dos Malandros”, transferida da Praça da Lagoinha, além das grandes feiras da Parangaba e Messejana. E que sejam diárias.
 Questão das Drogas
 O usuário sabe onde comprar drogas, que são comercializadas pelo atravessador. Convenhamos sustentar a possibilidade de se chegar aos chefes do tráfico a partir desses elementos. Por outro lado, em cada localidade se fala de “pontos de vendas”, sendo que as grandes concentrações seriam em Messejana, Aldeota, Mucuripe e Barra do Ceará. Líderes, entretanto, são presos e o tráfico continua. Não se justifica como essas cadeias da marginalidade se perpetuam e se fortificam. Por que a polícia não se instala dentro dos centros do tráfico? Por que os temerários líderes de motins em presídios são traficantes? Por que entra de tudo nos presídios? Por que se permite a formação de facções e o contato entre seus membros enquanto presos? Por que a polícia não fecha os conhecidos “pontos de vendas” de drogas? Por que esses grupos se mobilizam de dentro das penitenciárias, com uso de celulares, e, conforme a imprensa, têm influências generalizadas, inclusive entre políticos?
O Desafio do Novo Secretário
Voltemos ao caso do Tonny Ítalo, quando uma operação foi voltada e os seus assassinos presos e condenados. Porém os assaltos no Tauape continuam, como se alastram por toda a Capital; o foco maior, o combate à violência, não avançou, ao contrário, a bandidagem impera. Depois, vários colegas dele partiram da mesma forma, vítimas de assalto. Policiais treinados, cidadãos, mortos, imagine o restante da sociedade. Diante disso, rogamos ao novo secretário de segurança do Estado do Ceará, um jovem que se valorizou rapidamente pelo trabalho em cargos respeitáveis oriundos de concursos, um planejamento, uma nova polícia, nas ruas, nas calçadas, nos guetos das drogas, desarmando os bandidos. Medidas arrojadas e oportunas não trarão de volta as vidas de Djacy Oliveira e de Tonny Ítalo, porque nos nossos corações eles sempre estarão, mas aliviarão o sentimento de medo que nos revolta.

Foto: perfil do novo Secretário:
André Santos Costa
André Santos Costa
Cearense, graduado em Direito pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e especialista em Ciências Criminais pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL). É delegado da Polícia Federal desde 2002, onde foi superintendente adjunto nos estados de Alagoas e Tocantins, tendo atuado em delegacias de combate ao tráfico de drogas, crime organizado e crimes patrimoniais. No começo da carreira, atuou também na Polícia Civil do Ceará.


**_ J. Lucas Jr. é o Coordenador da Biblioteca Comunitária – Espaço Leitura do InsTI - Instituto Tonny Ítalo
Contatos:
E-mail: powerhead34@gmail.com
Blog: Fatos Históricos - Mundo em Debate
fatoshistoricosmundoemdebate.blogspot.com


 #SomosTodosTonnyÍtalo por Justiça, Alegria e Paz!
#SomosTodosInsTI. Atores ou 'peões' na obra de uma cultura da não-violência, da solidariedade, da sustentabilidade, da generosidade, da criatividade, da arte...
Praça da Gentilândia,  Tonny Ítalo ganhou parabéns, oração e manifestação por paz! ☼15/01/1987 - ☆28/01/2015
15 de janeiro, aniversário de nascimento de Tonny Ítalo Lima Pinheiro #SomosTodxsTonnyÍtalo -
Café compartilhado entre amigos, familiares e moradores do entorno da Praça da Gentilândia antecedido de oração e reflexão acerca da violência que nos invade e a nossa opção pela paz.

InsTI por Justiça, Alegria e Paz!










Adesivo de carro